The Walking Dead - Roteirista da série fala sobre a morte de personagem importante


Em entrevista ao CBR sobre o fatídico evento narrado na edição 167 o roteirista Robert Kirkman diz que também sofre quando precisa tomar essas decisões.

ATENÇÃO: O texto abaixo contém spoilers sobre a série em quadrinhos!











A morte de Andrea enfim ocorreu na edição de maio. Ela é a personagem mais antiga da HQ ao lado de Rick e Carl.

Na entrevista ao CBR, ele diz que já havia tomado essa decisão há algum tempo. "Eu até cheguei a dar pistas disso na seção de cartas algumas vezes, porque achei que isso seria engraçado. E foi estranho, mesmo sabendo há algum tempo o que aconteceria, ter que sentar e escrever de fato aquela cena, foi extremamente difícil".

Em virtude da sua morte, Robert Kirkman trocou a tradicional seção de cartas ao final da edição por uma que ele escreveu endereçada aos leitores. Veja abaixo:

"Para mim, Andrea foi uma das personagens que mais evoluiu. A pessoa que ela é no momento da morte é vastamente diferente da pessoa quando a série começou. Esse tipo de coisa me atinge de um jeito duro, porque eu vejo todo o crescimento da personagem, e isso está chegando ao fim. Não faz sentido [o luto] porque não é uma pessoa real, mas saber que a história deles está chegando fim me deixa mal. Essa foi bem difícil. Eu não achei que seria tanto, e foi por isso que escrevi a carta. Achei importante que os leitores soubessem que, por mais que eles pudessem se aborrecer com essas histórias, eu me sinto incomodado também.
Não entendo por que faço isso! Porque eu poderia simplesmente parar, fazer tudo megafeliz. Mas é um fardo divertido de carregar, eu acho", conclui Kirkman.
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »