Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial

Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
Everspace é um space shooter de gênero rogue like com muita ação e desafio, gráficos incríveis e combates dinâmicos. Confira a nossa análise!

Contextualizando

Muitos jogos que retratam o universo trazem elementos de crafting (nem todos fazem isso muito bem, vide No Man’s Sky) e de estratégia. São poucos que além disso trazem um combate entre naves tão bem feito quanto o que temos Everspace. O jogo é da desenvolvedora RockFish Games, com envolvimento dos desenvolvedores da série Galaxy on Fire, que teve seus jogos lançados para smartphones.

Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
Ao compararmos essa série com Everspace é possível enxergar algumas semelhanças, mas, acima de tudo, inúmeras melhorias em diversos aspectos, mostrando como a experiência é importante no cenário de desenvolvimento de games. Agora vamos aos detalhes do jogo.

Entendendo o jogo

Everspace é um space shooter single player de gênero roguelike que te coloca no controle de uma nave espacial com a missão de navegar pelo espaço para um lugar que não conhecemos inicialmente. O jogo é estruturado em “runs” e, por ser um roguelike, em cada run você começa a sua jornada do zero, partindo do primeiro setor. Seu objetivo é ir avançando de setor em setor e conseguir armas, dispositivos, minérios e créditos para conseguir fazê-lo. Quando morremos, perdemos tudo que ganhamos naquela run (com exceção dos créditos).
Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
Os créditos são usados para melhorar atributos da sua nave comprando perks. Os perks são atributos que aumentam sua chance de ir mais longe nos runs seguintes, por isso são muito importantes. Eles são como melhorias nos aspectos da sua nave ou da jogabilidade, como a energia da nave, o escudo, ou um dispositivo ou arma a mais no começo de cada run. No começo, mantenha um foco ao “upar” os perks (que no meu caso foi a energia da nave), porque upar de tudo um pouco pode não ser a melhor opção. Tente observar o que te parece mais importante e o que pode te beneficiar mais.
Ao começar o run, podemos avistar algumas coisas no nosso sensor, que são mostrados em amarelo e vermelho, para pontos de interesse e inimigos, respectivamente. Também temos uma espiral em verde no sensor, que é a posição onde podemos fazer o jump (viajar para o próximo setor).

Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
Os pontos de interesse estão em amarelo, os inimigos em vermelho, acima do buraco negro (sim, é um buraco negro!),  e o lugar do Jump em verde.
Para conseguirmos ir bem no run precisamos nos focar em coletar recursos. Os recursos servem para fazer reparos na nave, craftar itens e evoluir dispositivos e armas. Eles podem ser conseguidos minerando, destruindo naves inimigas e através dos containers.
Existem dois tipos de containers: os comuns e os tech containers. O primeiro normalmente dropa recursos normais como gás, scrap e cristal. Já os tech containers costumam dar armas, dispositivos ativos ou passivos, ou recursos tecnológicos como nano-bots (que servem para reparar a nave).
Para encontrar esses recursos, temos um consumível chamado “scanning probe”, que escaneia a zona, deixando tudo visível ao seu sensor, não importando a distância. Começamos com 2 por run, mas podemos craftar mais depois. De forma alternativa ao scanning probe, temos uma estrutura chamada “comm hub”, que é uma antena hackeável que escaneia a zona para você, poupando seus scanning probes.

Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
Além de tudo isso, temos os combates. Encontramos uma quantidade grande de inimigos diferentes com naves maiores e menores, mais fortes e mais fracas. Por mais fortes que estejamos é sempre bom buscar combater uma quantidade não tão grande de naves (e vai uma dica: eliminem os drones antes), porque normalmente quando temos mais de uma nave para enfrentar acabamos tendo que nos focar só em uma enquanto tomamos muito dano das outras.

Jogabilidade

O jogo traz uma jogabilidade muito interessante em que, diferente de No Man’s Sky, ficamos sempre no espaço e não saímos da nave. Toda a exploração é no espaço. Os controles de movimento da nave não são difíceis, mas leva um tempo para dominá-los, já que podemos rotacionar a nave, ir para frente, subir… são vários eixos para aprender a controlar.

Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
A parte de crafting e mineração é bem simples e de fácil compreensão. Ao apertarmos tab aparece um menu que mostra armas primárias e secundárias, dispositivos, consumíveis e, abaixo de tudo isso, tem a quantidade de cada minério que temos, quantidade de combustível e créditos. Se quisermos craftar um consumível é só ir em um espaço vazio, clicar no símbolo de mais e dar um craft em cima de um item que temos recursos suficientes para fazê-lo.

O único detalhe é que para craftar um item precisamos encontrar o blueprint dele antes, que normalmente dropa na destruição de naves. Isso dificulta conseguir alguns itens, pois se não encontrar o blueprint terá que encontrar em algum container ou dropar de alguma nave. Já a mineração é mais simples, pois é só atirar no asteroide de minério ou no minério para coletá-lo, ou ainda, no caso do plasma, se aproximar de uma “nuvem de plasma” para poder coletá-la. Eles também dropam de naves e containers.

Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
Ao apertarmos tab visualizamos esse menu
Nos combates temos uma mira que nos ajuda a acertar as naves inimigas, tanto com a arma primária (inicialmente uma metralhadora) quanto com a secundária (inicialmente mísseis). A jogabilidade nos combates também não é difícil de entender mas é difícil de dominar, já que durante combates usamos consumíveis, dispositivos, nos movemos, atiramos… são muitos movimentos simultâneos. Após algumas runs começamos a entender melhor e a conseguir destruir mais naves inimigas e ter mais kills, mas no começo é melhor fugir de alguns combates (o dispositivo inicial é ótimo para isso, aperte o R e deixe as outras naves comendo poeira), pelo menos antes de upar alguns perks.
Outra coisa muito interessante é que quando a nave toma muito dano, alguns de seus componentes podem acabar sendo danificados, o que muda completamente a jogabilidade. Um exemplo é o sistema de controle de inércia, que ao ser afetado complica e muito a vida do jogador, pois usar o turbo pode ser fatal, já que fica extremamente difícil de parar a nave.

História

O jogo ainda está em fase beta, logo tem muitas coisas a serem acrescentadas. Entre elas está uma campanha com uma história completa. Toda a história que temos atualmente é contada por uma espécie de Inteligência Artificial que nos acompanha durante todos os runs.

Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
O que se sabe é que houve uma guerra entre os Okkar (uma espécie alienígena) e os colonizadores (seres humanos) e que, após essa guerra, estabeleceram-se zonas desmilitarizadas, onde tecnicamente não deveriam haver conflitos entre Okkar e os colonizadores, apesar de acontecerem alguns que envolvem o jogador e outros entre naves de seres humanos da G&B (uma empresa que tem muitas bases de mineração espacial) e os Okkar fighters. Essa é a toda a história que é possível retirar do jogo, mas pode ser que mais conteúdo seja adicionado à versão final do jogo.

Audiovisual

O visual do jogo é extremamente bonito, com muitos detalhes e grande variedade de “planos de fundo”, que é a parte do universo com a qual não interagimos (como planetas e estrelas), mas que deixam o jogo bem interessante visualmente. Há grandes detalhes também nas naves e outras estruturas, sem falar dos enormes asteroides que nos tiram o fôlego quando entramos em seus túneis, até parece que estamos mergulhando neles. Além disso, o efeito de eletricidade nas “tempestades elétricas” é muito bem feito, assim como as nuvens nas zonas de Natural Hazard.
Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
Um dos belíssimos “planos de fundo” do jogo.
A trilha sonora não se destaca muito, simplesmente acompanha o ritmo do jogo e dita os momentos de ação em certos momentos, sabendo quando sumir para te deixar no silêncio, curtindo a solidão do espaço. Por outro lado, os sons do jogo são muito bons em todos os aspectos: tiros, colisões, lasers e explosões, tudo soa muito bem.
Análise Arkade: Everspace é uma mistura desafiadora de exploração e combate espacial
Nas zonas de Natural Hazard seu sensor não funciona!

Conclusão

Mesmo ainda estando em fase beta, Everspace não apresenta quase nehum bug e conta com vários desafios e muito mais conteúdo do que muito jogo completo que é lançado capenga por aí. Ele é competente no que se propõe e tem potencial para ficar ainda melhor com um modo história mais profundo.
Apesar disso, esse é um daqueles jogos que não são para todos. Everspace não é um jogo casual, e perder muitos itens depois de mais de uma hora jogando pode ser bem frustrante (bem frustrante mesmo!), e quem não sabe lidar com isso certamente vai passar mais raiva do que se divertir. Mas, se você gosta de um bom desafio e de exploração espacial com belo visual, esse jogo é para você!
Everspace foi lançado (em versão Early Access) no dia 14 de setembro para PCs. Ele também está disponível para Xbox One.

FONTE: Arkade
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »