Tóquio Comic-Con volta atrás e libera Crossplay


Você está em um evento e de repente se depara com um cara vestido de Sailor Moon. Não se assuste e não ache que é gay ou travesti: ele está apenas vestido como Crossplay.

Crossplay , apesar de não ser novidade a expressão nem a prática, muita gente não sabe o que é.
Cross - misturar, oposto, contrário, se resume a usar o cosplay de um personagem que tem o gênero contrário ao seu: menina usando personagem masculino e homens usando personagens femininos.

Ontem a Tokyo Comic-Con havia instituído uma proibição em homens fazendo cosplay de personagens femininas (Crossplay).
Hoje (27), a organização do evento anunciou que voltou atrás e vai liberar a prática para quem desejar fazê-la.

O anúncio foi feito na página oficial do evento no Facebook. "Como resultado de uma conferência do comitê, nós decidimos tomar a decisão de remover o banimento a homens se vestindo de personagens femininas," disse a organização. Entretanto, cada cosplayer/crossplayer que entrar no evento receberá um crachá com uma cor indicando se ele é homem ou mulher, e terá que carregar isso o tempo todo. Justificam que a medida é para evitar que homens entrem em banheiros femininos ou outras áreas restritas.

O evento acontece nos dias 3 e 4 de dezembro no Japão e será semelhante ao que acontece em San Diego, juntando celebridades e fãs - este ano estão confirmados Stan Lee, Jeremy Renner, Matthew Lewis e várias outras celebs.
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »