Epson tem projetor com ótimo desempenho para games, mas tem preço salgado




Divulgação/EpsonProjetor tem ótima performance, mas o preço é bem proibitivo

Foi-se o tempo em que videogames eram ligados na antena da televisão e sintonizado no canal 3. Com imagens em 1080p, 60 quadros por segundo e muitos elementos em movimento na tela, os projetores nunca foram a primeira opção para quem pensa em jogar. Mas a Epson pode mudar essa perspectiva com o PowerLite U32+, que está chegando ao mercado nacional.

Com preço sugerido de R$ 5 mil, o U32+ é um projetor que promete uma ótima qualidade de imagem e baixo tempo de resposta - e entrega. UOL Jogos testou o aparelho por alguns dias experimentando os mais variados jogos, passando por "Street Fighter V", "The King of Fighters XVI", "Destiny" entre outros. E em todos os testes o resultado foi muito bom, deixando um pouco a desejar nos detalhes mais escuros, como já é praxe neste tipo de aparelho.

A primeira coisa que se destaca no projetor da Epson é o baixo tempo de resposta. Esses tipos de aparelhos normalmente têm um input lag muito alto, que é quando você nota uma demora entre apertar o botão e o resultado aparecer na tela. No PowerLite U32+ o tempo de resposta é muito baixo e até parecido com um monitor de TV e permite jogar games como "Street Fighter V" e "The King of Fighters XVI", que exigem respostas e comandos rápidos, sem maiores problemas.

Para usar um projetor para jogos é necessário seguir uma série de recomendações, como ter uma boa sala escura, uma tela de projeção (ou uma parede bem branquinha), home theater para a melhor experiência de áudio e, claro, muita paciência para configurar o aparelho – afinal, isso não é uma televisão que você liga na tomada e sai jogando. Se você não tem um receiver de áudio, vai ficar um pouco decepcionado com o som do PowerLite U32+, pois até mesmo em volumes mais baixos, o som saiu destorcido e um tanto "abafado".

Divulgação/Epson
o PowerView U32+ da Epson tem um ótimo tempo de resposta e funciona até em jogos mais exigentes como "Street Fighter V"
 
O controle de foco e de posicionamento do U32+ é muito preciso e o projetor ainda tem ferramentas para exibir as imagens sem distorção, mesmo se for necessário em colocá-lo em ângulos indiretos, como no canto da sala. O que falta é um dispositivo embutido no aparelho para ajustar a altura da projeção. Nos testes de UOL Jogos foi necessário usar a criatividade e colocar um pequeno apoio em baixo do aparelho para fazer a projeção perfeitamente.

O PowerLite U32+ tem diversos atrativos interessantes, como reproduzir imagens em telas brancas de até 300 polegadas, para você ter uma ideia, isso é mais ou menos como nove TVs de 40 polegadas lado a lado. A resolução da imagem é de 1920x1200 que tem taxa de atualização de até 240 MHz e o aparelho tem duas entradas HDMI e uma VGA – que é ótima para quem faz apresentações em computadores.
Porém, o mais legal é fazer tela dividida, colocando de um lado o videogame e, do outro, o computador, por exemplo. Isso permite que você assista a um vídeo no YouTube enquanto acompanha o seu game em tempo real, por exemplo.

A qualidade de imagem é muito boa em ambientes controlados e bastante escuros. Com isso a tecnologia 3LCD do aparelho se destaca e garante que cada cor tenha intensidade e vivacidade. Em aspectos técnicos, a qualidade de cor é de 3,2 mil lumens para branco e cores, garantindo que a fidelidade de tons seja mais precisa. De acordo com a Epson, as lâmpadas do projetor duram até 10 mil horas.
Para quem não consegue ter um quarto 100% escuro, não tem porque se desesperar: a potência do projetor ainda é boa o suficiente para manter uma boa imagem sem dar tanta impressão de cores lavadas.
Outra coisa legal do U32+ é que ele é bem compacto (297 x 77 x 244 mm) com o tamanho próximo ao do Xbox One, e vem com uma sacola de viagem, permitindo levar o aparelho para outros locais como a casa de um amigo ou nas viagens de fim de ano.

Considerações
Com cores vivas e input lag baixo, o novo projetor da Epson é realmente muito bom para jogar videogames. Assim como a maioria dos projetores, os tons mais escuros são um tanto prejudicados, além disso o som do aparelho não pode ser sua primeira opção de áudio. Mas a possibilidade de jogar em uma tela de 300 polegadas em qualidade HD é realmente impressionante. Se você tem espaço e dinheiro sobrando, essa é uma ótima opção para alterar de maneira definitiva a forma que você se diverte com seu PlayStation 4 e Xbox One.

FONTE: UOL JOGOS
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »